Como se Comportar em uma Entrevista de Emprego

como se comportar em uma entrevistaNosso objetivo é que você seja aprovado na entrevista, por isso já mostramos quais são as melhores respostas para as perguntas mais comuns feitas pelos entrevistadores. Mas existem alguns outros detalhes que também são fundamentais para você seguir para conquistar a tão sonhada vaga: o comportamento. Quando você lê a palavra “comportamento” talvez pense em boas maneiras (modos), mas não é exatamente isso o que estamos falando. Se comportar bem em uma entrevista de emprego depende dos seguintes fatores:

Vestimenta

A entrevista começa quando você está saindo de casa. Não adianta saber como se comportar se você não sabe como se vestir. Não exagere no perfume, nos trajes, apenas vista-se como quem vai para o trabalho bem arrumado, apare a barba, enfim, faça o básico para estar bem apessoado.

Pontualidade

Chegar  um pouco antes do horário marcado é uma obrigação. De nada adianta estar bem preparado para responder a qualquer pergunta se o seu comportamento se revelar medíocre. A pontualidade é a primeira boa impressão que um trabalhador responsável transmite. Detalhe: não exagere na antecipação, chegar um pouco antes (5 – 15 minutos) é ótimo pois mostra seu compromisso e sua preocupação em não atrasar o processo (quem chega antes é porque calculou seu tempo com sobra para evitar contratempos. Isso é um sinal de responsabilidade). Mas chegar muito antes (40 minutos, por exemplo), é ruim, pois pode passar a impressão de ansiedade, além de atrapalhar o processo, pois pode ser que algum funcionário tenha que receber você e “fazer sala”, tomando tempo e gerando custos adicionais para a empresa. A pontualidade deve ser vista sempre como chegar um pouco antes, simples assim.

Como aguardar

Se a entrevista ainda não começou e você está tendo que esperar em uma sala, muitas vezes os entrevistadores observam a postura dos candidatos, então relaxe, sente-se com postura, mas ao mesmo tempo com tranquilidade e elegância. Não haja como um robô tentando parecer ser algo que você não é. Sente-se e aguarde como quem vai mostrar algo muito positivo. Pense positivo, isso irá deixar você mais confiante, e com isso você vai agir com naturalidade. Lembre-se: a última coisa que uma empresa quer é ser iludida pelo candidato. Então os olhos dos entrevistadores estarão muito atentos para captar falsidade, fique atento a isso e porte-se com naturalidade.

O que fazer quando o entrevistador chega

Quando o entrevistador chegar, você não precisa se intimidar, dar um “oi” baixinho, nada disso. Em primeiro lugar, levante-se para cumprimentá-lo. Não levantar pode ser visto como má educação ou descaso. O aperto de mão deve ser firme (não muito forte para não dar a impressão de que você quer dominar o entrevistador ou manipular o resultado, mas também não muito fraco para não dar impressão de fragilidade). Além disso, sorria e olhe para o rosto do entrevistador quando estiver se levantando para cumprimentá-lo.

O entrevistador perguntou se você está nervoso(a), e agora?

Se essa pergunta foi feita e você realmente está nervoso, não diga que não está, pois essa mentira será facilmente percebida e você pode colocar tudo a perder. Responda: “um pouco”. Não faz mal confessar que está um pouco nervoso(a), e por um lado isso significa que você quer muito a vaga, é uma situação tão importante que deixou você nervoso(a). Mas não estenda demais o assunto, não diga “sim, estou muito nervoso(a)”, apenas responda “um pouco” e deixe o entrevistador prosseguir. Caso ele insista na questão, explique que você quer muito trabalhar ali, por isso acabou ficando um pouco emocional.

Durante a conversa

É importante que você deixe o entrevistador guiar a conversa. Seja claro nas suas respostas, faça com que o entrevistador se interesse e pergunte mais sobre algum assunto, não fique você procurando direcionar o foco da conversa. Ele tem perguntas a fazer, então deixe-o trabalhar. Mas não responda como um papagaio com respostas prontas, fale com naturalidade, olhe no rosto do entrevistador, mas sem ser intimidador, apenas fale com simpatia. Muitas vezes, os candidatos se preocupam tanto com o fato de passar segurança e firmeza que acabam sendo intimidadores, sérios demais. Ninguém quer trabalhar com alguém assim. Você gosta de trabalhar com pessoas rudes, fechadas, autoritárias? Então não haja dessa forma, seja cortes, simpático(a), e saiba conversar. Mantenha-se totalmente focado no que o entrevistador está dizendo, afinal essa entrevista é tudo para você. A sua atenção e sua interação com o entrevistador irão revelar seu interesse naturalmente.

Se, por acaso, ele fizer uma pergunta cuja resposta que você vai dar seja muito longa, é inteligente perguntar quanto tempo ele tem, pois assim você pode calcular melhor os pontos principais a dizer. Isso evita que você seja interrompido(a) com outra pergunta sem ter passado a mensagem que gostaria.

Sobre fazer perguntas

É interessante fazer algumas perguntas que demonstrem interesse se você tiver oportunidade. Por exemplo: “essa vaga é para reposição ou é um setor novo?”. Mas evite perguntas do tipo: “fui bem?”, esse tipo de pergunta demonstra imaturidade diante do processo e falta de preparo.

Fim da entrevista

No final da entrevista, mantenha sua postura natural e agradeça a oportunidade, cumprimente da mesma forma que você fez quando o entrevistador chegou na sala: com firmeza e simpatia.

Resumo de como se comportar na entrevista:

  • Vista-se como quem vai para o trabalho bem arrumado, sem fugir da normalidade.
  • Chegue de 5 a 15 minutos antes.
  • Aguarde com postura e naturalidade.
  • Levante-se quando o entrevistador chegar, aperte sua mão com firmeza e sorria com simpatia.
  • Deixe o entrevistador guiar a conversa, responda com naturalidade, sendo sempre simpático e mantenha-se atento a tudo o que ele disser, demonstrando sempre interesse.
  • Agradeça no final a oportunidade e cumprimente-o da mesma forma que você fez no início da conversa.

Para mais detalhes, confira também nossas seleção de perguntas e respostas.