Entrevista de Emprego – Perguntas e Respostas

Confira abaixo as perguntas mais comuns de aparecerem em uma entrevista de emprego, juntamente com as nossas dicas de respostas:

perguntas e respostas entrevistaConte um pouco sobre você

Nessa pergunta, aproveite para falar bastante sobre você, não precisa ser resumido demais, os entrevistadores precisam conhecer quem você é. Se você não tiver muito o que dizer, eles ficarão com poucos dados e isso pode prejudicar sua seleção. Você pode falar sobre seus interesses pessoais no ramo dos estudos em geral (economia, literatura, etc.), de preferência citando interesses que se enquadram com as atividades da empresa sempre que possível, mas sem deixar de mencionar também alguns hobbies, como tocar guitarra, jogar tênis, etc. Citar alguns hobbies pouco comuns ajuda a chamar a atenção e o interesse dos entrevistadores sobre você, além de facilitar que eles lembrem de você e considerem você especial. Por exemplo: tenho uma banda, pratico Kenjutsu (samurai), etc.

Como foi seu pior e seu melhor chefe?

Nesse caso, você pode acrescentar que com os os bons chefes você aprendeu o que deve fazer, e com os maus chefes você aprendeu o que não deve fazer. Mas não exagere as críticas aos chefes maus.

Você prefere trabalho em equipe ou sozinho?

Diga que você sabe trabalhar de ambas as formas, e que as duas possuem vantagens e desvantagens.

Você já teve alguma dificuldade em trabalhar com algum chefe?

Caso você já tenha tido problemas com alguém, fale argumentando que você e ele tinham visões diferentes sobre determinados assuntos, e que por submissão você acabava enxergando possíveis melhorias em alguns processos mas ficava de mãos atadas. Obviamente, diga isso somente se lembrar de alguma situação em que isso ocorreu, pois caso contrário, se você disser isso apenas da boca pra fora, pode ser que o entrevistador pergunte mais a respeito, querendo que você exemplifique e você não terá o que dizer! Também não diga que você batia de frente com o chefe, por exemplo, nem passe a impressão de que você não é submisso às “autoridades” da empresa.

Quais seus objetivos profissionais?

Seja ambicioso nessa resposta. Diga que sua realização profissional é se sentir útil dentro da empresa, ocupando um cargo de confiança.

Como você lida com a pressão?

Um jeito inteligente de responder a essa pergunta é dizer que você se preocupa com a situação, não com a pressão. Se existe pressão é porque a situação precisa de atenção, então você se foca em resolver a situação, não se foca em resolver o seu estresse.

Qual sua aspiração salarial?

Caso seja feita essa pergunta, é importante que você tenha feito uma boa pesquisa sobre o salário do seu cargo. Responda de acordo com a média e com as suas necessidades. Se o emprego não é vital nesse momento, você pode arriscar uma pretensão salarial maior (desde que seja condizente com sua formação ou se você tem argumentos como: já ganhei algo nessa ordem de grandeza em outra empresa).  Por outro lado, se você está “desesperado” por um emprego e o salário médio para o cargo é muito mais do que o que você precisa, você pode colocar sua pretensão para baixo para aumentar as chances de ser contratado. Apenas deixe claro que você está disposto, nesse caso, a começar “por baixo” o tempo que for, até adquirir confiança e credibilidade para galgar salários superiores.

Por que você quer trabalhar aqui?

Pesquise com calma a empresa antes de ir para a entrevista. Conheça seus ramos de atuação, os projetos realizados, os pontos fortes da empresa, o faturamento anual, etc. Se você responder a essa pergunta mostrando que você conhece bem a empresa e está plenamente consciente do trabalho, isso irá passar muita credibilidade, pois mostra que você está interessado na empresa e que é uma pessoa que corre atrás das informações.

Que tipo de ambiente você prefere para trabalhar?

Diga que você é uma pessoa flexível, e aproveite para perguntar como é o ambiente de trabalho na empresa. Caso ele responda que o ambiente é agradável e tranquilo, reforce a resposta dizendo que fica feliz de saber isso, e que valoriza muito um ambiente agradável. Detalhe: diga isso apenas se o entrevistador já confirmou que o ambiente é assim.

Que tipo de trabalho você prefere?

Nesse caso, é bom que você conheça bem a vaga oferecida e responda conforme a descrição da vaga, de maneira que o entrevistador veja e conclua que você tem interesse e gosta de fazer exatamente aquilo que a vaga requer.

Por que devemos contratar você?

Sobretudo, prepare-se para essa resposta. Essa pergunta, quando feita, costuma ser uma das mais importantes. Nesse caso, cada pessoa tem algo diferente para acrescentar, pois tem diferentes histórias e experiências, capacitações, qualificações, etc. Se você já tem alguma experiência no trabalho requerido, argumente citando isso, é uma ótima carta na manga. Se você não tem nada no seu histórico para mencionar (como contribuições que você já fez em outras empresas), qualificações específicas que se enquadram com a vaga, nem nada do tipo, então pense nas suas principais qualidades. Independentemente dos fatores positivos a mencionar, não esqueça de dizer que você é uma pessoa que veste a camisa da empresa, que gosta de trabalhar e que está muito interessada na vaga para dar o seu melhor. Invista um tempo pensando nas suas qualidades e no seu histórico para responder com segurança essa pergunta, pois ela pode ser um divisor de águas. Uma resposta superficial ou despreparada pode arruinar a reputação do candidato nesse ponto.

Você quer fazer alguma pergunta?

Não diga que não tem nenhuma pergunta a fazer, demonstre interesse. Pergunte sobre os desafios da vaga, sobre o plano de carreira da empresa, possibilidades de reconhecimento. Mas evite perguntar quanto a empresa paga, pois é muito deselegante.

Para mais detalhes, confira também como se comportar na entrevista de emprego.